domingo, 22 de agosto de 2010

A culpa NÃO é sua!

Há pouco falava com uma amiga sobre uma fase que está passando e ouvi o seguinte "a culpa é toda minha".  Como assim?! Tivemos que parar o papo para dar uma refletida sobre a tal culpa.
A gente se culpa por que não consegue dar atenção a pessoas que amamos, a gente se culpa por que não passou naquela prova difícil, a gente se culpa por que não ter a silhueta da Gisele, a gente se culpa por não ser o profissional do ano, enfim, a gente se culpa por não ser PERFEITO.
Quem disse que teríamos que ser perfeitos? Será que alguém disse ou nós mesmos que colocamos este objetivo inatingível como nossa meta de vida? Será que não é mais fácil assumir que se está fazendo o melhor que se pode fazer e o resultado é este, perfeito ou não.
As vezes eu acho que se culpar acaba sendo uma saída mais confortável. Melhor assumir a culpa e pensar, é assim mesmo, a culpa é minha, eu não consigo mudar. Prefiro fazer como dizem por aí, "tirar o meu corpo fora" e não assumir a culpa, e sim, tentar mudar aquilo que realmente me incomoda, mas não aquilo que incomoda o vizinho, o parceiro ou o chefe.
Há um tempo que eu matei a palavra culpa do meu dicionário, e coincidentemente ou não, minha vida está muito mais leve.

4 comentários:

  1. rs
    Essa sua amiga se sente muito culpada, especialmente depois de ser mãe.
    Mas vc tem razão, essa perfeição que exigimos de nós mesmos é cruel.
    Precisamos mesmo dar o melhor sempre, mas respeitando os nossos limites.
    Um grande beijo

    ResponderExcluir
  2. O melhor texto,não sei se porque a carapuça me serviu,mas valeu!

    Um beijoooo e parabéns pelo blog.

    Janaina

    ResponderExcluir
  3. ah! a culpa!
    ah! esse lastro!
    rsrs...

    ResponderExcluir
  4. Já passei por essa fase, até perceber que não somos culpados de nada, então minha vida passou a seguir seu fluxo com muito mais liberdade!

    ResponderExcluir